Retiro

A Plaza San Martín é a porta de entrada a esta zona que se destaca, tanto quanto o parque, por sua elegância e bom gosto. Tudo o relacionado com o luxo e a arte convivem nos poucos quarteirões que ocupa o antigo bairro de Retiro. Por isso, para iniciar o percorrido, o ponto de partida obrigatório é esta praça, que teve múltiplos destinos em seus 400 anos de vida. Em um princípio se construiu ali um forte chamado La Batería, do qual os primeiros habitantes se defendiam de piratas e corsários. Já em 1713, o terreno foi adquirido por uma empresa que comercializava escravos; depois, foi instalada uma monumental praça de touros, com capacidade para 10000 espectadores.

No entanto, um dos fatos mais importantes foram as lutas armadas das Invasões Inglesas. Em homenagem a esse acontecimento, o parque foi chamado de “Campo de la Gloria”. Mais tarde, foram construídos quartéis pelo corpo de “Granaderos a Caballo” do General San Martín. Em 1878, em comemoração ao primeiro centenário do nascimento do prócer, a praça recebeu seu atual nome.

Ao seu redor, podem ser encontrados edifícios de estilo, que hoje funcionam como dependências oficiais e distinguidos hotéis. Onde nasce a rua Florida, casas de desenho internacionais se misturam com lojas de exclusivos objetos de produção argentina. Mais para frente, sobre as ruas Reconquista e San Martín, um nutrido distrito de bares, especializados em diferentes tipos de cervejas, oferece-se como a melhor opção para o entardecer, quando a promoção 2x1 em bebidas (paga uma e bebe duas) se combina à perfeição com a possibilidade de conhecer gente. Outro atrativo da zona se situa na rua Arroyo, onde uma grande variedade de galerias de arte expõe obras de artistas contemporâneos de renome.